English     Español

AERONAVES

anterior

Lockheed L188A Electra II
1962-1992

próximo

 

No dia 2 de setembro de 1962 pousou no Brasil o primeiro Electra II da VARIG, o PP-VJM. Os outros quatro primeiros chegaram ainda em 1962 e foram utilizadas em linhas domésticas como São Paulo - Rio de Janeiro - Recife - Fortaleza e São Paulo - Rio de Janeiro - Manaus. Os Electra II também chegaram a ser utilizados na rota Rio - Nova Iorque, complementando os Boeing 707 e Caravelle. O Electra fazia a rota São Paulo - Rio de Janeiro - Belém - Port of Spain - Santo Domingo - Nova Iorque semanalmente. Por algum tempo esses aviões ainda realizaram o "Vôo da Amizade" ligando o Rio de Janeiro a Lisboa com escala em Recife e na Ilha do Sal. O primeiro voo para Lisboa foi inaugurado pelo PP-VJO, no dia 22 de novembro de 1965.
Devido ao sucesso entre os passageiros, a VARIG adquiriu mais unidades do Electra II entre 1968 e 1970. O PP-VLA e PP-VLB eram do modelo conversível, ou seja, podiam ser configurados para transportar carga ou passageiros. As duas unidades operaram voos cargueiros por um breve período, principalmente na rota para Manaus, mas logo foram convertidos para passageiros e assim permaneceram.
Os Electra II voaram na Ponte Aérea Rio - São Paulo de setembro de 1962 a 6 de janeiro de 1992, totalizando quase trinta anos de serviços prestados nessa linha. De 1975 a 1987 essas aeronaves foram as únicas a operarem a Ponte Aérea Rio - São Paulo, a segunda rota mais movimentada do mundo (perdendo apenas para New York-Washington, nos Estados Unidos). Nos anos 80 e 90 um total de quatorze aeronaves realizavam a Ponte Aérea entre o Rio e São Paulo. Como a Ponte Aérea era um pool oferecido por outras companhias aéreas, os Electras PP-VJN, PP-VJU, PP-VJE e PP-VLC voavam na Ponte Aérea ostentando apenas a pintura básica da VARIG, sem o nome e logotipo da empresa. Os Electra II também eram famosos pelo seu "Lounge" no final da cabine passageiros, com 7 poltronas.
O PP-VJM, primeiro turbo-hélice adquirido em 1962, realizou o último vôo de Electra em nosso pais a 6 de janeiro de 1992. A aeronave encontra-se exposta no Museu Aeroespacial de Campos dos Afonsos, no Rio de Janeiro.


 

Nº de unidades operadas 15
Construtor Lockheed Aircraft & Corp., Estados Unidos
Motor Quatro Allison 501-D13A de 3.750 libras de empuxo
Envergadura da asa 30,20m
Comprimento 31,85m
Altura 9,98m
Velocidade de cruzeiro 650Km/h
Alcance de vôo 4.500Km
Altitude máxima de vôo 9.000m
Autonomia de vôo 07h 30min
Peso da aeronave vazia 37.421Kg
Peso máximo de decolagem 55.256Kg
Tripulação técnica 03(2 pilotos, 1 mec. vôo)
Lotação máxima (configuração VARIG) 90 passageiros
Capacidade máxima de combustível 20.893 litros
Consumo normal 2.528 litros/h
Consumo na decolagem 3221 litros/h

 

 

 

 

 

PÁGINA INICIAL

História
Anos 20
Anos 30
Anos 40
Anos 50
Anos 60
Anos 70
Anos 80
Anos 90
Anos 2000

 

Aeronaves
Dornier Wal "Atlântico"
Dornier Merkur "Gaúcho"
Klemm L-25
Junkers A-50
Junkers F-13
Messerschmitt 108 "Taiffun"
Messerschmitt M20
Junkers JU52
Fiat G2
De Havilland DH89A
Lockheed Electra I
Nordwyn UC641
Douglas DC-3
Curtiss C-46

Convair 240
Lockheed Super G Constellation
Caravelle 1
Boeing 707-441
Douglas DC-6
Lockheed Electra II
Convair 990A
Douglas DC-8-33
Boeing 707-320
HS-748 "Avro"
Boeing 727-100
Boeing 737-200
Douglas DC-10-30
Airbus A300B4
Boeing 747-200
Boeing 747-300
Boeing 767-200ER
Boeing 737-300
Boeing 767-300ER
MD-11
Boeing 747-400
Boeing 737-700
Boeing 737-800
Boeing 777-200ER
Boeing 757-200

 

Rotas

 

Website
1996
2000
2002
2004
2005

 

Grupo Varig
Fundação Ruben Berta
FRB-PAR
VPSC
Ícaro Brasil
Rio Sul e Nordeste
Varig Cargo e Varig Log
Varig VEM

 

 

Marketing
1927-1969
Anos 70 e 80
Anos 90 e 2000

 

Design

 

Coleções
A bordo
Cartão Postal, Imagens e outros
Imagens das aeronaves
Logotipos & Passagens
Time Table